Primeiro final de semana doutora

Descanso merecido!

Esse vai ser meu primeiro final de semana ‘doutorada’.

Vou dormir sem culpa e preocupações com tese (Pelo menos com tese). Uhhhul!

Sabadão vou acordar lá pelas 9h:00m. Pra quem acorda todo dia 5h:30m, um baita bônus!

Vou fazer a unha, pintar o cabelo e ver desenho animado. Ah! Eu gosto mesmo. Se for aqueles de princesa da Disney melhor. Sou brega, confesso. Mas, sou doutora! Então, não discuta  rsrsrs

#bomfinaldesemana

Anúncios

Fim de uma fase e o começo de outra

E agora, José?

Obrigações, obrigações e mais obrigações.

Estava livre, leve e solta, mas em poucos dias percebo que é isso que me aguardava.

Coisas que estavam por fazer e agora faça DOUTORA.

E aí, de repente eu percebo que essa palavra também carrega uma responsabilidade!

Capítulo de livro (dois!) para entregar até o fim do mês.

Próxima semana apresento minha primeira palestra como doutora. Hiiii! Antes, se falasse alguma besteira era só estudante, né. Mas, agora?

Não tem uma categoria do tipo ‘Doutor nível zero’ para indivíduos com apenas menos de uma semana de titulação? Até seis meses vai.

Doutora, doutora, doutora. Será que essa palavrinha vai tirar minha sensação de leveza em breve?

Viche! ‘Vamo que vamo’. Deixa o medo pra lá!

O que fazer depois da tese?

Reflexões pós tese

Pois bem? E o que é a vida após o doutorado?

Ando tentando responder a essa questão.

Ainda não me acostumei a não ter tese pra fazer. Mas, também seria hipocrisia dizer que sinto o tal ‘vazio’ de não ter tese.

Na verdade tinha uma lista enorme pra realizar ‘depois da tese’. Tudo era depois da tese.

Agora, a única coisa que realmente quero é ficar sossegada. Queria ir para uma ilha deserta. Me isolar do mundo. Ficar com meus pensamentos. Talvez tenha me tornado um ser anti-social.

Deveria ter feito uma tese? A vida com tantas opções…bem que podia ter nascido milionária!